terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Nada

Segue a longa e profunda reflexão sobre o "nada":







































Posso parecer um pouco alternativo, mas continuo:




























Fim.

Nomes

Renata: Giofranceno, cadê o refrigerante?
Giofranceno: Por que você chama de Giofranceno e não me chama de amor?
Renata: Seu nome é Amor? Não, é Giofranceno.

-"-

Cris: eu que conheci uma Parascóvia.

Su: E minha vó que chamava Adelícia.

Bete: E minha vizinha que chama Gilete, Dona Gilete.

-"-

E o pessoal da facul que zoava o Laurisberto...

A verdade

É que eu valorizo poucas pessoas, me sinto cada vez menos encantado com os mistérios que povoam a mente dos seres humanos e as suas imbecilidades complexas, faz muito que não sou surpreendido.

Amigos, tenho o suficiente, bons, de anos. Engraçado como só ficam os que realmente se importam com você, que fazem bem, pessoas especiais e queridas que souberam me entender. Porque eu sei ser uma pessoa difícil e complicada...por isso para poucos.

Por causa das minhas escolhas perdi muita coisa boa, mas não acho que seria uma pessoa melhor se as tivesse.

A vida fode comigo, todo dia. Ela me entrega um doce e logo em seguida toma, só por sadismo.

Não sei se esse ano que vem está com cheiro de coisas boas. Já esvaziei minha esperança e abandonei algumas raízes.

------- " -------

As pessoas não conseguem suportar o sucesso nem o fracasso, a dor e a felicidade.

------- " -------

Pipão: A TIM é uma merda! Os caras ficam derrubando a ligação pra gente ter que gastar mais e as mensagens demoram uma vida pra chegar.
Eu: Eu gosto da TIM.
Pipão: Você não conta, você nem gosta de celular.
Eu: É, isso é verdade.

------- " -------

Eu parei de acreditar que amor era uma coisa linda, quando ele começou a me fazer chorar.
(sei lá de quem)

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

falta quanto?

E a lei áurea que só libertou os negros da escravidão.
O mundo acaba em 2012, mas por favor eu preciso de férias antes.
e dia 22/12 o dia mais lindo do resto de minha vida...mas vai demorar pra chegar...

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Um elefante incomoda muita gente?

o que incomoda mais?
( ) carne presa no dente
( ) calcinha enfiada no toba
( ) corintiano no facebook

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Nunca mais!




Por MARCELO KOVACS*

Por que você foi assim tão cedo, Doutor?

Agora o Brasil nunca mais vai ganhar a Copa de 82!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Não é o U2

Loira: Oi Baby!
Eu: Oi Loira, obrigado pelo baby!
Loira: Agora fala "não é a mamãe"!
Eu: Ha ha ha...

...

Loira: O U2 é a melhor banda do mundo.
Eu: Não é!
Loira: Quer uma prova.
Eu: Se você tiver meia prova eu já acreditarei.
Loira: Vai falar que você não conhece nenhuma música deles?
Eu: Conheço.
Loira: Tá aí sua prova.
Eu: O melhor cantor do mundo é o Tiririca? Porque eu conheço a música Florentina, e se conhecer uma música é sinal que o cara é o melhor do mundo...
Loira: U2 é o melhor do mundo!
Eu: Não é!
Loira: É!
Eu: Não é!

------- " -------

Quando era criança eu acreditava em Deus.

Mas eu também acreditava em Papai Noel.

E também na Fada do Dente, mas aí você cresce e pensa: Será que eu realmente preciso de todos esses amigos imaginários?

Não temos evidências que eles existem.

Você pode falar que tem a Bíblia, mas tem um livro chamado Peter Pan, acredita no menino que mora na Terra do Nunca?

Gerras, doenças, genocídios, terremotos e tsunamis. E, depois de todo esse sofrimento, o que Deus faz? Manda a maiorida de nós para o inferno.

Daí entra o caso do batismo para salvação, ou seja, os hindus, os muçulmanos, os ateus, os budistas, todos condenados.

Qualquer um pode ir pro céu ou pro inferno, porque qualquer um pode ser salvo, porque é a nossa escolha. Ah, a não ser que você seja uma criança na China que é atropelada por um ônibus e nunca ouviu falar dessa história de salvação.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Certas cidades (ou aquelas 6)


Algumas cidades são feito pessoas, lindas e encantadoras a primeira vista e com o passar do tempo você vai percebendo os defeitos até que a convivência torna-se insuportável.
E outras você nem dá nada pra elas pois não estão dentro dos teus padrões de beleza e quando você menos espera nota o quanto se apaixonou pelo lugar.
Pra quem já  morou em mais de uma cidade , por motivos de trabalho , estudo ou mudanças familiares entende o que quero dizer.
Tenho um amor imenso por uma cidade do interior paulista onde nasci, é uma cidade pequena não em tamanho mas em quantidade de pessoas, pois ela tem generosas avenidas por onde transitam alguns carros e de vez em quando ainda é possível ver pessoas de charrete.
Não parou no tempo, mas por obra  sabe –se lá do que não cresceu, não tem muito emprego então os jovens que buscam melhores condições de trabalho , assim como eu, vão embora em busca de suas vidas. A infra estrutura é boa, mas não tem vida noturna ou qualquer outra diversão que não seja um ou outro bar, pizzaria e lanchonete. Pras crianças e pros velhos é mais divertido confesso, por que dá pra brincar na rua, no parquinho ou mesmo em um campinho improvisado na quadra ao lado. Os velhos enfim eu não sei o que os velhos fazem ainda não cheguei lá, mas gostaria de ficar velha lá.
Mas a verdade é que eles , os velhos, se forem seus vizinhos vão sempre acordar mais cedo do que você chega em casa de uma balada e vão estar varrendo calçada, pra depois fofocar pra vizinhança a hora que a filha de fulana chegou em casa. Sim pois  em cidades pequenas o exercício da fofoca é praticado por todos e todas de todas as idades , classes sociais e sexualidade.( everybody ever)
Tem também muitas histórias contadas as pressas antes que sua mãe chegue no portão, confissões embaixo das sombras imensas das árvores nas calçadas,  violões e músicas que sempre são tocadas quando reúnem-se os amigos e nessas horas qualquer frente de loja , chácara  ou beira de estrada vira ponto para  tudo ser festa.
Muitas lembranças...
Então você se muda pra um lugar muito grande com muita gente e você imagina que vai ser lá que vai morar,encontrar o senhor sucesso “fama glamour e poder”  mas aí vê que a vida é cruel demais e você talvez  carente demais com o modus vivendi daquele local, ou por imaturidade ou qualquer coisa dessas da vida que não se explica, você literalmente pede pra sair. Lá se vai você procurar um novo local pra morar, afinal temos que trabalhar e muda aqui muda ali. Assim como nos relacionamentos, você em busca do lugar pra acomodar seu corpo já não tão jovem.
E eis que surge uma cidade no interior de um outro estado que não o seu de origem com um jeito bem peculiar, com sotaque um pouco diferente, com uma bela paisagem, muito próspera e dizem que nesse lugar só falta praia pra ser perfeito.
Mas falta muito mais...ô se falta.
Não vou listar os itens mas tem muito a ver com provincianismo em um local que já foi desenvolvido pra ser grande mas não alcançou seu objetivo . E enquanto isso vou seguindo tentando ter tolerância com as diferenças, mas estou quase chegando a conclusão que sou preconceituosa com alguns lugares.
As vezes a gente peca por excesso de paciência .

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Carta a personalidade do mal.


Querida personalidade do mal, como está?
Espero que bem aí no meu subconsciente, não nos vemos ha algum tempo pois tenho tentado parar de beber. Não está sendo fácil, sinto saudades.
Mas ainda estou tentando te perdoar pelo que fez comigo da ultima vez. Afinal a personalidade pode ser dupla mas a minha cara é a mesma e é ela que uso pra trabalhar, fazer compras e realizar as atividades cotidianas que não incluem, subir no palco e falar bobagens das quais só quem está no mesmo grau etílico que o seu para entender.
Caso eu não resista e te dê uma nova chance por gentileza, volte pra casa sem borrar minha maquiagem, sem ofender meu fígado, sem confusões das mais diversas e aprenda a escrever o nome das pessoas corretamente no celular. Não seja tão sincera com os amigos, as vezes ofende. Tente ser mais menininha e menos Sherek, afinal como  você pretende que encontremos o Chuck Norris dessa maneira grosseira que você se comporta?
Ah e por favor não faça mais as dancinhas e nem suba no palco e tente cantar, você não é a reencarnação da Cássia Eller e para de dar moral pra homens feios eu não vou dar continuidade, falando nisso tenho notado que o Tião o mendigo aqui da rua tem sido muito carinhoso quando me cumprimenta, espero que você não tenha tentado dividir o papelão que ele usa pra dormir novamente.
Até .

Normal, ein?


Como classificar alguém como normal ou não  , diante de uma sociedade tão fragmentada de convicções . Bom pra mim gente normal é gente que faz as coisas seguindo o fluxo, a maré sem questionamentos , achando sempre que é mais esperta, gente que se adapta a sociedade mesquinha e cheia de particularidades sem explicação lógica.
Que agem de forma padrão, esperada, previsível.
Não dou conta de conviver muito tempo com gente normal.
Ah e não espere que gente normal seja equilibrada, por que não é isso nem maturidade porque também não é isso. Gente normal é gente chata que faz tudo do mesmo jeito sem criatividade , sem tesão diante da vida.
Gente normal cansa.
Gente normal nunca vai te encantar numa balada, nem no trabalho , nem no cinema nem em lugar nenhum a não ser que você seja uma golpista que dá mais valor a grana que o resto do pacote, ou que você seja um igual. Gente tão pobre que só tem dinheiro.
Ter dinheiro é bom, ou ao menos eu imagino que deva ser. Mas isso não quer dizer que você precise abrir mão de uma posição ética diante da vida.
Normais , morram diabos!!
Pra concluir: “existem pessoas tão loucas a ponto de se passarem por pessoas normais” , ou algo assim.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Aí sim

Eu não entendo mais nada.

------- " -------

Chef Supérieur: Marcelo, eu já te perguntei sobre o Laura?
Eu: Já.
Chef Supérieur: E você já me respondeu?
Eu: Já.
Chef Supérieur: Qual foi sua resposta mesmo?

------- " -------

Chef Supérieur fazendo o plano de trabalho pro ano que vem:

Chef Supérieur: Janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho, julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro.
Eu: Posso chutar?
Chef Supérieur: Oi?
Eu: O resultado deu 12!
Chef Supérieur (surpresa): Sim.
Eu: Chefinha, é impressão minha ou você estava contando quantos meses tem o ano?
Chef Supérieur: Hahahahahaha... Ai Marcelo, eu tô ficando doida. Tô precisando de férias de novo, tive que contar os meses nos dedos da mão.

------- " -------

Minha mãe enviou o e-mail do Buda do dinheiro, se eu enviar para seis pessoas eu verei um dinheiro em 4 dias.

Depois de três meses sem receber, tô apelando até pra isso.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Mundo bom

De repente ela:

Crys: Marcelo, você viu aquela reportagem sobre o país que só tem ricos e milionários?
Eu: Que país?
Crys: É um país chinês ou japonês, não lembro bem.
Eu: Ahn?

------- " -------

Vivemos num mundo regido por mediação, imagens construídas, marketing pessoal e a necessidade de “estar bem”...

...E nada dá certo.

------- " -------

Série: Stupid question.

O cara chegou aqui na ONG para arrumar uma infiltração:

Pessoa: Ei, vocês tem banheiro?
Eu: Claro que não, você vai encontrar um duas casas pra cima.
Pessoa: Onde vocês fazem as necessidades?
Eu: Ali na rua.
Crys (intervindo): Besta! É a primeira porta naquela sala.

------- " -------

Tentei ligar no cartão de crédito:

Eu: Moça, eu quero que o vencimento do meu cartão seja de 90 em 90 dias.
Moça: Hahahahaha.
Eu: É sério!
Moça: Hahahahaha...
Eu: É que assim eu não pago juros...
Moça: Pára, tô sem fôlego! Hahahaha.

------- " -------

Troco 1 nota de R$ 100,00 por 4 de R$ 50,00.

------- " -------

Se o mundo tivesse acabado sexta-feira passada eu não estaria escrevendo esse monte de porcaria.
Azar de vocês que leêm esse blog.

------- " -------

Agora o blog tem mais uma "voz" feminina, sabe aquela coisa mansa, meiga, suave... esqueça!

Bom, ela ameaçou me dar mais tapas na cara se eu não a convidasse. (Kidding)

Com vocês... Inajara, Ijanara, Iranaja... bom, ela!

Sobe a plaquinha "Aplausos".

Bem vinda.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

A procura do Chuck Norris

Estou morando na terra dos sem homens, e não é figurativo.
Falo dos homens de modo geral, claro vou generalizar por que sou mulher e mulher tem dessas coisas.
Sinto uma certa falta de um homem "Chuck Norris", vira e mexe me pego suspirando e desejando conhecer um desses espécimes em extinção. Sim eles existem não é só na ficção, ou na minha imaginação. Já conheci um ou dois.
Vou explicar , o Chuck Norris é um cara que resolve tudo mesmo que na base da  porrada hehehe de vez em quando da vontade de ser menos racional, não?! Bom ok, para os desavisados não estou fazendo apologia a violência.
Apenas estou relatando minha profunda carência em conhecer homem que é homem, aquele que não importa o que deu errado na sua vida ele vai lá e resolve. Fim .
Em todos os aspectos, sim, até nesse.
Estou cansada de homem mais ou menos, homem bunda mole, homem saradinho sem conteúdo, homem pança de chopp que se acha o galã e não tem nenhum atrativo além da grana, homem dono da bola que compra o carro mais foda do momento porque é a coisa mais interessante que ele tem pra mostrar, homem que não casa com  mulher boa de cama, com medinho de  ela ser boa com outros também, homem sem “cojones”, homens falsos moralistas, homens  que não são gentis nem na cama, tem que esperar a parceira gente, tem que deixar ir na frente, tem que abrir sim a porta do carro ao menos para entrar. Homens que dão o telefone mas não ligam, homens que falam demais, homens que não sabem ouvir, machistas em geral, homens que mandam e-mail pra terminar relacionamento, homens sem cheiro de homem...
Bom a lista é grande, mas o que me conforta é que de vez em quando, naqueles momentos onde você já perdeu a esperança , passa um sopro de Chuck Norris e alguém ilumina sua vida com toda a virilidade que só os Chucks tem.
Já conheci alguns, tenho alguns bons amigos assim, mas são raros.
E enquanto isso vou seguindo na expectativa. Alguém conhece algum que não esteja ocupado?

Os sapos

Tenho sentido muita vontade de vomitar nos últimos tempos.
Não , não estou grávida e também não é ressaca. Deve ser a minha alimentação a base de sapos.
Sim tenho  engolido muitos , alguns bem gordos e inteiros, sem limão pra ajudar.
Deve ser a alimentação dos adultos, sei lá já tem um tempo que faço parte dessa leva de pessoas mas só agora comecei a ter que degustar esse menu.
Nesse mundo dependendo de onde ou com quem trabalha vc pode ter mais ou menos rangos dessa categoria, mas o fato é que é proporcional ao numero de pessoas burras com quem você convive, pessoas que não sabem ler, ou sabem mas não entendem , tipo analfabeto funcional. Aliás esse mundo que fui inserida está povoado de pessoas com o ego maior que a competência , ao ponto de quando não sabem fazer algo ao invés de pedir ajuda continuam fazendo de conta que sabe, e daí....outra porção esplendorosa de sapinho ao longo do dia por gentileza caro garçom.
Alguém já brincou de cabra cega? Nessa altura da vida alguns brincam de mula cega, é o sujeito que não enxerga um palmo diante do nariz do que está acontecendo com relação ao mundo e fica tentando tatear pra ver se entende, mas não entende, daí sabe o que ele faz, te serve um belo e enorme exemplar da família dos Anuros ( procura no Google).
Bom, mas enfim, estou tentando encontrar  a  saída desse mundo de Lost dos sapos, enquanto isso vou me alimentando , sabe com é, né? Melhor comer sapo que passar fome, não?!..rs
Alegria pessoal. Hoje choveu e a sapaiada tá na pista.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Macho que é macho...

Teu: Fala brow!
Eu: E aí, bão?
Teu: Opa. Bicho, você tá sumido.
Eu: Eu não, tô lá na ONG todo dia, você não passa lá porque não quer.
Teu: Eu estou morando em BH, p*rra!
Eu: Então não tem ônibus aí...
Teu: Não!
Eu: Vem correndo.
Teu: Hahahaha.
Eu: Macho que é macho faz essas coisas.
Teu: Rapaz, macho que é macho é power ranger nas horas vagas.
Eu: Na carteira de trabalho do macho que é macho tá escrito "Emprego: Capador de jagunço".
Teu: Macho que é macho não espirra, relincha!
Eu: Macho que é macho caça tubarão com estilingue.
Teu: Macho que é macho mata formiga a grito.
Eu: Diversão de macho que é macho é comer c** de curioso.
Teu: Macho que é macho come porco espinho e cospe prego.
Eu: Macho que é macho dá de dedo na cara do Chuck Norris.
Teu: Macho que é macho não usa camiseta, tatua uma!
Eu: Macho que é macho... não é moça!
Teu: Macho que é macho olha pro sol de meio dia com lupa.
Eu: Cansei da brincadeira.
Teu: Não, ainda tem umas 10 frases aqui.
Eu: Eu pensando nas frases e você copiando, você já foi melhor.
Teu: É que você é espertão.
Eu: Obrigado.
Teu: Você se acha esperto?
Eu: Não, você que acha, eu só agradeci.
Teu: Responde aí: O que dá o cruzamento de quero-quero com pica-pau?
Eu: Uma b**ceta homofóbica.
Teu: Boooooooaaaaaa!
Eu: Ou um são paulino...
Teu: Filho da p**ta!

------- " -------

Educação Sentimental:
Só dou vexame
Fico olhando pros seus peitos

------- " -------

Su: Cadê a Crys?
Eu: Foi embora.
Su: Como ela passou aqui e eu não vi ela?
Eu: Ela se disfarçou de arbusto e saiu correndo.

------- " -------

O intervalo da comemoração do jogo nº 1000 de Rogério Ceni parecia micareta, todo mundo se beijando.

A festa no Morumbi, tipicamente são paulina, foi grande, pra agradar a torcida a diretoria colocou uma atração a mais, as cheerleaders, uns caras de sunga segurando pompons.

Reportagem:

Repórter: Tá gostando da festa?
Torcedor: Tô be-ge!

------- " -------

No Paraguai eles não usam ponto de interrogação?
Por que meu teclado veio sem?

------- " -------

Alguém pode me explicar que merda é essa?

E essa?

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Porque não entrar no MSN

Jacaré: Manolo!
Eu: Fala, tudo bem?
Jacaré: Não entra mais no MSN, não?
Eu: Não, coloquei janela no meu quarto.
Jacaré: Ahn?
Eu: Ê Jacaré, você tá meio lerdo.
Jacaré: Opa, falando nisso, jacaré no seco anda?
Eu: Não sei, você que é o jacaré, no seco anda?
Jacaré: Nem anda.
Eu: Além de contar piadinha sem graça, o que você quer?
Jacaré: Tucano, o que você vai fazer no final de semana?
Eu: Vou pro Paraguai.
Jacaré: Ia te chamar pra sair.
Eu: E eu ia rejeitar o convite.
Jacaré: Por quê?
Eu: Sua namorada é muito chata, falando nisso, ela deixou você entrar no MSN?
Jacaré: A gente terminou.
Eu: Por isso você tá todo soltão.
Jacaré: Ela tá namorando outro.
Eu: Já? Eu tô achando que ela meteu um galho em você e depois deu um pé na sua bunda.
Jacaré: Que nada, a gente conversou sério e achou melhor terminar.
Eu: Aham, e esse ciúmes do outro carinha?
Jacaré: Não, tô naquela fase "Não quero você mas também não quero você com outro", e outra, o cara é um babaca, olha a foto dele aí. (Foto)
Eu: Ah cara, pelo menos ele tem pescoço.
Jacaré: Vai se f**der!
Eu: Calma cara, ele tem mais uma coisa que você não tem.
Jacaré: O quê?
Eu: Um olhar 15 pras 3.
Jacaré: Então, o cara é vesgo.
Eu: Mas o carro dele deve ser bom.
Jacaré: Deve ter um p**u de ouro.
Eu: Aí o problema é com você.
Jacaré: É doido?
Eu: Cara, sua ex-namorada é fútil e chata, você tá no lucro.
Jacaré: Valeu.
Eu: Não fiz um elogio.
Jacaré: Tá certo.
Eu: Sem querer ofender mas você era um babaca quando tava perto dela.
Jacaré: Seu c**!
Eu: O quê? Eu disse "sem querer ofender".
Jacaré: Não tinha reparado, desculpa.
Eu: Não precisa se desculpar.
Jacaré: Vamos trocar os jogos do PS3?
Eu: Você quer o God of War III?
Jacaré: Pode ser, te dou o Metal Gear Solid 4.
Eu: Tranquilo.
Jacaré: Mas não sei se vai dar certo, você é meio burrão...
Eu: Tem que usar mais do que dois botões?
Jacaré: Tem que matar geral.
Eu: Rapaz, eu mato mais que manga com leite...
Jacaré: Então beleza, semana que vem a gente marca um churrasquinho e você leva o jogo.
Eu: Firmeza.

------- " -------

Robaro Miamoto também tá afim de ir pro Paraguai e quer saber se consegui um lugar no carro:

Robaro Miamoto: Ô bicho feio.
Eu: E aí Japa!
Robaro Miamoto: Como tá o negócio?
Eu: Pequeno e torto pra esquerda, mas tá em pé só estou aguardando sua posição.
Robaro Miamoto: Sai viado, conseguiu vaga no carro?
Eu: Não.
Robaro Miamoto: Tem que conseguir, você é meu amigo ou não?
Eu: Eu sou, você que é c**zão.
Robaro Miamoto: Por quê?
Eu: Porque não arruma sua irmã pra mim.
Robaro Miamoto: Ah tá, e a mamãe?
Eu: Se você arrumar sua irmã a gente negocia.
Robaro Miamoto: Não.
Eu: Te arrumo meu irmão também.
Robaro Miamoto: Meu, você tem duas opções.
Eu: Quais?
Robaro Miamoto: Primeira: Conquistar ela.
Eu: Difícil.
Robaro Miamoto: A segunda eu acho mais eficaz.
Eu: Qual é?
Robaro Miamoto:: Segunda: Cruzar os dedos e torcer para que todos os outros homens morram.
Eu: Essa eu acho mais fácil.
Robaro Miamoto: Então cruza.
Eu: Mas eu não quero um relacionamento, só quero sexo.
Robaro Miamoto: Me convenceu, vou arrumar ela pra você.

------- " -------

Passolini: Marcelo, você quer ter menino ou menina.
Eu: Menino.
Passolini: Por quê?
Eu: Pra ter com quem jogar vídeo game.

------- " -------

Choramos ao nascer porque chegamos a este imenso cenário de dementes.

Tarzan.

------- " -------

Tem gente que já passou da hora de levar um tiro na testa.

------- " -------

Indico dois filmes, ambos com a Reese Schwarzenegger Witherspoon:

Água para Elefantes e Como você sabe.

São ótimos.

Perdi

Crys: Marcelo, cuida da turma ali na biblioteca, preciso imprimir uns desenhos.
Eu: Ok.

Quando chego na biblioteca as crianças estão totalmente comportadas:

- Duas pulando em cima da mesa;
- Umas cinco rabiscando a lousa;
- Um escalando uma das prateleiras;
- O resto só gritando e correndo.

Eu: Ô fiote, desce da prateleira!
Fiote: Calma aí.
Eu: Que calma, você vai cair.
Fiote: Não, tô escalando porque perdi meu boné aqui em cima.
Eu: Beleza.

Percebo que alguma coisa está errada:

Eu: Pô, seu boné tá na sua cabeça.
Fiote: Você achou meu boné, obrigado.
Eu: Desce logo!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Porque quem manda, manda.

Tô escrevendo aqui porque fui obrigado.

O grande... quero dizer, ele mandou.

Para saber quem mandou vai as dicas:

Um dia já foi o inimigo do He-Man:

Quem será?

Outrora foi personagem de filme do Tim Burton:

Quem será?

Objeto de estudo (foto do rapaz pelado):

Quem será?

Objeto de estudo (Com roupa):

Quem será?

Dada, fica essa homenagem e um aviso:

Vou pagar os R$ 70,00 que te devo em camisinhas.

------- " -------

Ela: E aí, aproveitou o Maringá Liquida?
Eu: Aproveitei pra ir no Catuaí, único shopping que não participou da promoção.
Ela: Comprou muita coisa?
Eu: Sete calças e 15 camisetas.
Ela: Agora a verdade.
Eu: Uma casquinha do McDonald's.

------- " -------

Trabalho no Mc Dia Feliz:

Mocinha (lista de presença dos voluntários): Qual é o seu nome?
Su: Suellen com dois Ls.
Eu: E dois Es.
Su: Ahm, você tá louco?
Eu: E não? S-u-E-l-l-E-n!
Su: E eu levo a sério.
Eu: Mas é sério, tem dois Es no seu nome.
Mocinha: E o seu nome?
Eu: Marcelo.
Su: O dele nenhuma letra se repete.
Mocinha: Obrigado por avisar, quase coloquei dois Ms.
Eu: Gostei de você.
Mocinha: Próximo.
Eu: Viu, ela é fantástica.

-"-

Sobremesa:

Su: Será que a So fez alguma coisa de sobremesa?
Eu: Nem sei.
Su: Hmm, o que é isso?
Eu: Chama "gelatina", é uma coisa bem comum pra cá, não sei se tem lá onde você morava...
Su: Marcelo, vai tomar no seu c**!

------- " -------

Pesquisar palavras-chave nos sites de busca (Parte 2):


1º - Ocotidianoemais com 171 buscas;
2º - Ocotidianoemais.blogspot.com com 20 buscas; (O abelha sabe o endereço completo e mesmo assim faz a busca, esperto isso!)
3º - Cebola ao lado da cama com 18 buscas; (Pra provar que mãe diz a verdade.)
4º - Cotidiano bar com 13 buscas; (Apesar do nome ser bom meu bar chamaria "O cotidiano e mais".)
5º - Jogos de cu grande com 9 buscas; (Quem faz uma busca sobre isso?)
6º - Brilho eterno de uma mente sem lembranças frases valentine's day com 6 buscas;
7º - Http://www.ocotidianoemais.blogspot.com/ com 5 buscas; (Esse é ainda mais esperto que os 20 que ficaram em 2º lugar.)
8º e 9º - Jogo de cu e Jogo do cu empatados com 4 buscas; (Melhor nem comentar o jogo deles.)
10º - Jogo coça meu cu com 3 busca; (O mundo é gay.)

E com uma busca:

A colombiana;
Jogar as cartas no cu e o presidente; (??)
Jogo para cu; (Jogo pra cu é rola!)
Jogo cu grande; (A Cinderela não me ensinou esse.)
Jogos do só no cu; (Esse jogo eu quero nem aprender.)
Marcelo Cardin Keli Passolini; (Eu nem sabia que meu nome tinha mudado)
Quais eram as pessoas que não gostavam de Michael Jackson; (Num gostava mesmo!)
Tartaruga bronquite.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Feriado nosso de cada dia

Eu: Quando eu for Rei do Universo, a primeira lei que aprovarei será: É obrigatório que os feriados caiam na segunda ou na sexta-feira.
Crys: Hahahaha
Eu: Do que você tá rindo?
Crys: Você é muito idiota.
Eu: Torce pra não estar viva quando eu for Rei do Universo.
Crys: E como faz pros feriados quando não caírem na segunda ou na sexta-feira?
Eu: Muda pro dia mais próximo, se cair na terça muda pra segunda-feira.
Crys: E se for na quarta-feira?
Eu: Aí eu decido.
Crys: Como?
Eu: Tiro par ou ímpar comigo, se a mão direita ganhar muda pra sexta-feira, se a esquerda ganhar muda pra segunda-feira.
Crys: Estou impressionada.
Eu: Com minha genialidade?
Crys: Não, com o tanto de besteira que você fala.
Eu: Sinto muito, mas no BBE "Big Brother Earth" o paredão, valendo a vida dos candidatos, quem decide sou eu, você será a primeira eliminada. Vou justificar meu voto por questão de afinidade.
Crys: Muda até o natal?
Eu: Não tem exceção!
Crys: Até parece.
Eu: Eu nem gosto do natal.
Crys: Por quê?
Eu: Porque o Papai Noel é um palhaço que sempre errou meus presentes.
Crys: Você precisou pagar?
Eu: Não é porque ele distribui presentes de graça que vai justificar sua incompetência...
Crys: Como assim?
Eu: Último natal eu pedi pra ganhar na mega-sena e ele me deu dois travesseiros...
Crys: Tá explicado.

------- " -------

Segunda tem feriado. Eu não tenho salário, não sei vou comemorar ou chorar.

------- " -------

Não é comigo: Ouvir banda nova, experimentar uma culinária estranha, passando pelas "gírias do momento".

------- " -------

Su: Você fez twitter e não segue a ASSRC.
Eu: Só escrevem merda naquilo lá.
Su: E por que você fez?
Eu: Pra escrever merda.
Su: Fazer parte do time?
Eu: Não, solidariedade com o retardo alheio.

Elas

Crys: Não, porque agora os ladrões estão quebrando a conduta ética.
Eu: Ah vá!
Crys: O quê?
Eu: Tudo mentira, os ladrões sempre foram conhecidos por sua educação, caráter, integridade, respeito e amor ao próximo. Não tente denegrir a imagem deles.
Crys: Babaca, é sério!
Eu: Mas eu achava que essa era a função do ladrão, imagina se ele chega no lugar e fala "Bom dia, o senhor poderia fazer o favor de deixar eu te assaltar? Depois nós podemos até ir almoçar juntos."

-"-

Crys: Maringá só tem gay, não tem como ter um namorado aqui.
Eu: Vira homem e namora um gay.
Crys: Ha ha ha, você é muito engraçado.
Eu: Então muda pra Campinas.
Crys: Lá é bom?
Eu: Só macho!
Crys: O que você acha desse negócio de casamento gay?
Eu: Enquanto não for obrigatório tá tudo bem.

-"-

Crys: Lembrei de você no fim de semana
Eu: Ah é.
Crys: Sabe por quê?
Eu: Não.
Crys: Quer saber?
Eu: Não.
Crys: Até parece...
Eu: É sério.
Crys: Você é chato.
Eu: Você é legal.
Crys: Você é chato demais.
Eu: Se eu sou tão chato, por que você fala comigo?
Crys: Porque, como você disse, eu sou legal.
Eu: E porque eu sou chato vou te ignorar.

------- " -------

Passolini: Você não vai colocar crédito no seu celular mesmo?
Eu: Eu não recebo desde junho, você acha mesmo que eu tenho dinheiro pra colocar crédito?
Passolini: Num sei.
Eu: Eu devo ter uns 7 centavos na conta.
Passolini: Sete é um número bom.
Eu: Sete centavos não é um número bom pra uma conta bancária, pode acreditar no pai, o pai sabe.
Passolini: Ah é?
Eu: Sim, um número bom é 7.000.000.000.000.000,00.
Passolini: Nossa, é tanto zero que eu não consigo nem ler o número.
Eu: Então, esse número é tão bom na conta que você pode tirar três zeros dele que mesmo assim permanece ótimo.

-"-

Passolini: Você é muito nervoso.
Eu: Eu não, eu sou super calmo.
Passolini: Então qual é o problema?
Eu: O problema é que as outras pessoas me deixam nervoso.

-"-

Assistindo "Os garotos estão de volta":

Passolini: Ela acordou morta?
Eu: Hmmm, deixa eu pensar.
Passolini: Imagina se eu acordo morta...
Eu: Não tem como isso acontecer.
Passolini: Como não?
Eu: Das duas uma: Se você morre dormindo você não acorda, se acorda não está morta.
Passolini: Você sabe do que eu estava falando.

------- " -------

Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Marcelo, o que você está fazendo?
Eu: Nada.
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Esse é o mesmo "nada" que sujou toda a sala da última vez?
Eu: Não. Este "nada" é completamente diferente.

------- " -------

Eu tenho dúvidas quanto ao homem ser um animal racional.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

E tem gente que se acha…

Física Quântica: Indicada para casos crônicos de falta de humildade.

Quando se pensa e se faz o trabalho como obra poética em vez de sofrimento costumaz, sempre vem à mente a questão do “trabalho digno”, isto é, aqueles ou aquelas que se consideram superiores como seres humanos apenas porque têm um emprego socialmente mais valorizado.

Aliás, é sempre nesses casos que entra em cena o famoso “sabe com quem você está falando?”

Um dia procurei representar uma possível resposta científica a essa arrogante pergunta, e, de forma sintética, registrei essa representação em um livro meu chamado A escola e o conhecimento (Cortez); agora, de forma mais extensa e coloquial, aqui vai este relato, partindo do nosso lugar maior, o universo, até chegar a nós.

Hoje, em física quântica, não se fala mais um universo, mas em multiverso. A suposição de que exista um único universo não tem mais lugar na Física. A ciência fala em multiverso e que estamos em um dos universos possíveis. Este tem provavelmente o formato cilíndrico, em função da curvatura do espaço, portanto, ele é finito e tem porta de saída, que são os buracos negros, por onde ele vai minando e se esvaziando. Até 2002, era quase certo que o nosso universo fosse cilíndrico, hoje já há alguma suspeita de que talvez não. Mas a teoria ainda não foi derrubada em sua totalidade. Supõe-se que este universo possível em que estamos apareceu há 15 bilhões de anos. Alguns falam em 13 bilhões, outros em 18, mas a hipótese menos implausível no momento é que estamos num universo que apareceu há 15 bilhões de anos, resultante de uma grande explosão, que o cientista inglês Fred Hoyle apelidou de gozação de big-bang, e esse nome pegou.

Qual é a lógica? Há 15 bilhões de anos, é como se se pegasse uma mola e fosse apertando, apertando, apertando até o limite, e se amarrasse com uma cordinha. Imagine o que tem ali de matéria concentrada e energia retida! Supostamente, nesse período, todo o universo estava num único ponto adensado, como uma mola apertada e, então, alguém, alguma força – Deus, não sei, aqui a discussão é de outra natureza – cortou a cordinha. E aí, essa mola, o nosso universo está em expansão até hoje. E haverá um momento em que ele chegará ao máximo de elasticidade e irá encolher outra vez. A ciência já calculou que o encolhimento acontecerá em 12 bilhões de anos. Fique tranquilo, até lá você já estará aposentado pelas novas regras.

Você pode cogitar algo que a Física tem como teoria: ele vai encolher e se expandir outra vez. Talvez haja uma lei do universo em que o movimento da vida é expansão e encolhimento. Como é o nosso pulmão, como bate o nosso coração, com sístole e diástole. Como é o movimento do nosso sexo, que expande e encolhe, seja o masculino, seja o feminino. Parece que existe uma lógica nisso, que os orientais, especialmente os chineses e indianos, capturaram em suas religiões, aquela coisa do inspirar e expirar. Parece haver uma lógica nisso, a ciência tem isso como hipótese.

Assim, há 15 bilhões de anos, houve uma grande explosão atômica, que gerou uma aceleração inacreditável de matéria e liberação de energia. Essa matéria se agregou formando o que nós, humanos, chamamos de estrelas e elas se juntaram, formando o que chamamos de galáxias (do grego galaktos, leite). A ciência calcula que existam em nosso universo aproximadamente 200 bilhões de galáxias. Uma delas é a nossa, a Via Láctea, que é “leite”, em latim. Aliás, nem é uma galáxia tão grande; calcula-se que ela tenha cerca de 100 bilhões de estrelas. Portanto, estamos em uma galáxia, que é uma entre 200 bilhões de galáxias, num dos universos possíveis e que vai desaparecer.

Nessa nossa galáxia, repleta de estrelas, uma delas é o que agora chamam de estrela-anã, o Sol. Em volta dessa estrelinha giram algumas massas planetárias sem luz própria, nove ao todo, talvez oito (pela polêmica classificação em debate). A terceira delas, a partir do Sol, é a Terra. O que é a Terra?

A Terra é um planetinha que gira em torno de uma estrelinha, que é uma entre 100 bilhões de estrelas que compõem uma galáxia, que é uma entre outras 200 bilhões de galáxias num dos universos possíveis e que vai desaparecer. Veja como nós somos importantes….

Aliás, veja como nós temos razão de nos termos considerado na história o centro do universo. Tem gente que é tão humilde que acha que Deus fez tudo isso só para nós existirmos aqui. Isso é que é um Deus que entende da relação custo-benefício. Tem indivíduo que acha coisa pior, que Deus fez tudo isso só para esta pessoa existir. Com o dinheiro que carrega, com a cor da pele que tem, com a escola que frequentou, com o sotaque que usa, com a religião que prática.

Nesse lugarzinho tem uma coisa chamada vida. A ciência calcula que em nosso planeta haja mais de trinta milhões de espécies de vida, mas até agora só classificou por volta de três milhões de espécies. Uma delas é a nossa: homo sapiens. Que é uma entre três milhões de espécies já classificadas, que vive num planetinha que gira em torno de uma estrelinha, que é uma entre 100 bilhões de estrelas que compõem uma galáxia, que é uma entre outras 200 bilhões de galáxias num dos universos possíveis e que vai desaparecer.

Essa espécie tem, em 2007, aproximadamente 6,4 bilhões de indivíduos. Um deles é você.

Você é um entre 6,4 bilhões de indivíduos, pertencente a uma única espécie, entre outras três milhões de espécies classificadas, que vive num planetinha, que gira em torno de uma estrelinha, que é uma entre 100 bilhões de estrelas que compõem uma galáxia, que é uma entre outras 200 bilhões de galáxias num dos universos possíveis e que vai desaparecer.

É por isso que todas as vezes na vida que alguém me pergunta: “Você sabe com quem está falando?”, eu respondo: “Você tem tempo?”

Texto de Mário Sergio Cortella

Se quiserem assistir: http://www.youtube.com/watch?v=5rkg5HkkAS8

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Eis a questão

Capoeira Master: Fiquei sabendo que é hoje...
Eu: Alguém falou em salário de junho? Cadê, cadê?
Capoeira Master: O que eu faço quando fura o pneu da minha moto e eu tenho na carteira 2 reais e um cartão que não passa?
Eu: Você tem um canivete, 3 palitos de dentes, um pedaço de linha 10?
Capoeira Master: Pra quê?
Eu: Se você fosse o MacGyver me entenderia...

Ato falho

Capoeira Master: Quem ganhou o bolão?
Eu: Minha irmã.
Capoeira Master: Ela apostou no abacaxi?
Eu: Você tá falando do bolo?
Capoeira Master: Sim.
Eu: Achei que você tava falando da minha sobrinha...
Capoeira Master: E então?
Eu: Então o quê?
Capoeira Master: Quem ganhou?
Eu: Não falo.
Capoeira Master: Troxa!

------- " -------

Capoeira Master: E aí, qual a sensação de ver o mengão liderando o Campeonato Brasileiro?
Eu: Não me sentia tão emocionado desde que o Luan Santana cantou o hino nacional.

Baseado em fatos reais

I Ato: Era uma vez

Uma cidade chamada Ctupin Paulistrov que ficava na България (Bulgária).

O dia do aniversário de Joãonov Henriquesov estava chegando e decidiram que sua madrinha, Analov Lúciacov, ficaria responsável de comprar o bolo de aniversário.

Analov Lúciacov, conhecida por nunca ter dado uma bola fora, fazia mistério sobre o bolo.

Criou-se uma certa expectativa sobre qual seria o sabor do bolo. Analov Lúciacov já havia encomendado o bolo e as únicas pessoas que sabiam o sabor era ela e a cozinheira que foi jurada de morte se abrisse o bico.

Os mais entusiasmados faziam até bolão para tentar adivinhar o sabor.

II Ato: Os preparativos

Um dia antes as velhas, digo, as melhores cozinheiras da cidade começam a fazer os preparativos para a festa.

Foram fazer compras para fazer o churrasco e as guloseimas.

Quando um gordo, digo, um príncipe como eu tentava beliscar algum docinho levava um tapão na mão da impiedosa Genirov, A Cruel.

III Ato: A festa

Chegou o grande dia, a festa estava pronta, a casa cheia de bexigas cor de rosa, Joãonov Henriquesov que havia escolhido a cor.

Todos os convidados traziam suas oferendas.

Eis que o grande momento se aproxima, quem havia ganhado o bolão, qual era o sabor do recheio do bolo?

Começam a cantar o parabéns...

Chega o momento de cortar o bolo, Joãonov Henriquesov passa a peixeira e tira o primeiro pedaço, todos lançam olhares para o recheio, o primeiro pedaço vai para Alanagov Márcialov.

Ela exclama: É de abacaxi!

IV Ato: A tristeza

Joãonov Henriquesov não come bolo de abacaxi.

V Ato: Resultado

Todos comem o bolo, menos o aniversariante.

Essa Analov Lúciacov, sempre surpreendendo.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Aprendam:

Nunca mais falem mal do Palermo: Ele perdeu só 3 penaltis no mesmo jogo.

Domingo, 17/07/11, o dia que Roberto Baggio morreu de rir.

Se o deuses do futebol não punirem essa seleção brasileira eu paro de acreditar em religião.

------- " -------

Ela: Se você não é racista, por que nunca namorou uma negra?
Eu: Se você é inteligente, por que faz pergunta estúpida?

------- " -------

Crys: Que livro você está lendo?
Eu: 1808.
Crys: Você já leu a bíblia?
Eu: Li o resumo na internet quando fui prestar o vestibular.
Crys: O que você achou?
Eu: Meio triste, o mocinho morre no final.

------- " -------

Su: Vamos ouvir uma música?
Eu: Eu que vou escolher a música?
Su: Não.
Eu: Então não vamos, não?
Su: O que você acha de sertanejo universitário?
Eu: Já passou da hora dele se formar.

------- " -------

Como diz um velho ditado chinês:"爱我,当我至少应得的,因为这是我最需要的时候"

------- " -------

Acho interessante essas reportagens de brasileiros que deram certo em tal lugar do mundo, fico pensando "Brasileiro só não dá certo no Brasil mesmo".

------- " -------

Crys: Marcelo, você já namorou à distância?
Eu: Só cinco anos.
Crys: Caramba, e o que você acha?
Eu: Você tá falando por que o Tiziu tá na Itália?
Crys: É.
Eu: Namoro à distância pra mim é como cerveja sem álcool.

------- " -------

And in the end
The love you take
Is equal to the love you make.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Doar sangue

Sábado fui doar sangue, como ainda era virgem nessa questão tive que fazer algumas perguntas:

Eu: Doar sangue faz emagrecer?
Médica: Não.
Eu: Então pra que doar?
Médica: Pra ajudar os outros.
Eu: Não tô vendo vantagem...

-"-

Eu: Doar sangue vicia?
Médica: Não.

-"-

Eu: Quem tem tatuagem pode doar?
Médica: Sim, quem fez tatuagem há mais de um ano pode doar.
Eu: Droga!
Médica: Quando você fez tatuagem?
Eu: Eu não tenho tatuagem...

-"-

Eu: Vocês ajudam algum vampiro?
Médica: Não.

-"-

Eu: O que eu consigo em troca da doação de sangue?
Médica: A satisfação de beneficiar pessoas que não têm outra opção e dependem do gesto de pessoas como você para se sentir melhor.
Eu: Só?
Médica: A gente dá um bombom depois que doar.
Eu: Oba!

-"-

Hora da doação:

Eu: Doar sangue dói?
Moça da agulha: Não.
Eu: Moça, espera só um pouquinho.
Moça da agulha O quê foi?
Eu: Cacete de agulha!
Moça da agulha: Está doendo?
Eu: Não, pode continuar.

Pra quem quiser doar, ganha o bombom mesmo!

------- " -------

Todo Mundo Gosta de Mim: Desmarca a reunião hoje.
Chef Supérieur: Por quê?
Todo Mundo Gosta de Mim: Porque eu tenho outra coisa no mesmo horário.
Chef Supérieur: O quê?
Todo Mundo Gosta de Mim: Ir no cinema assistir Harry Potter.
Chef Supérieur: Ah tá.
Todo Mundo Gosta de Mim: No Harry Potter?
Chef Supérieur: No!
Todo Mundo Gosta de Mim: Então eu tô gripado...

------- " -------

Eu: Como você tá?
Ela: Seguindo em frente.
Eu: Maravilha, quando chegar lá me espera.

------- " -------

MFST "Movimento das Formigas Sem Terra":

Depois de negociar com o governo e não receberem nenhum pedacinho de terra elas fizeram um formigueiro dentro do meu aparelho de som.

Tenho raiva de formigas!

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Caipira

Eu: Acho massa isso aí.
Crys: O quê?
Eu: Você incorporar o espírito da festa junina/julina e vir fantasiada de caipira...
Crys: Está super na moda, tá?
Eu: Eu sei, desde que o sítio é sítio. Lá esse tipo de roupa nunca saiu de moda, meu vô tem umas 15 camisas igual a sua...
Crys: Mas essa é camisete, tá?
Eu: Ahh tá, agora mudou tudo.
Crys: É igual?
Eu: É tudo igual só que diferente.
Crys: Como você é besta...
Eu: Tem bolso, botões, tecido, manga, gola, é igual!
Crys: Eerrr.
Eu: Tô brincando, mas eu acho que já vi o estilo da sua camisa em algum lugar.
Crys: Vai falar que você fica reparando em toda camiseta xadrez que vê na rua?
Eu: Não, só as que foram feitas com as toalhas de mesa da minha vó.
Crys: Nossa, como você é engraçado.
Eu: Eu sei.

------- " -------

As vezes bate aquela vontade de ir embora, mesmo sem ter para onde ir!

Seleção Brasileira

Desde que nasci nunca vi algo tão ridículo, começando pela camisa.

Reza a lenda que embaixo daquela faixa no peito tinha uma frase que foi censurada.

Comecei a ver a seleção por volta de 1992, depois de 20 anos, duas Copas do Mundo e o resultado é esse?

Depois do primeiro jogo da Copa América disseram que aquele não era o dia do Brasil, juro, não lembro de um dia que tenha sido "do Brasil" desde 2007.

Beira o patético a atitude dos jogadores, sabe quando te chamam pra jogar futebol com uma galera que você não conhece e fica com receio de reclamar? A seleção está assim, ninguém reclama, estamos perdendo de 3x0 mas tá tudo bem...

O gato comeu a língua do Lúcio;
Ganso anda menos que o Ronaldo Fenômeno;
Neymar, além de não ter objetividade, diziam que era dono de um talento inacreditável, reconheço que não dá pra acreditar que aquilo seja qualquer forma de talento, nem fazer firula ele não sabe. Acho até que o "Cone" deveria ser titular no lugar dele;
Tá na cara que o Robinho é argentino.

Hoje, a seleção me lembra o São Paulo, só tem amarelão.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Horóscopo

Ontem:

Eu: Comecei a acreditar no horóscopo, no de Aquário dizia que essa semana aconteceria coisas boas nos negócios.
Crys: Vai sair o pagamento?
Eu: Não, a Andina vai embora hoje!
Crys: Besta...

Hoje:

Eu: Assombração!
Colombiana: O que foi?
Eu: Você foi embora ontem...
Colombiana: Sim, sou irmã gêmea dela.
Eu: Ah, você é a Rutinha, sem querer falar mal, mas sua irmã é chata demais...
Colombiana: E você que é chato e gordo?
Eu: "Ahhhh! Num é a Rutinha"

------- " -------

Fui cortar o cabelo no SESC:

Mocinha: Como você quer o corte?
Eu: Do jeito que está, só que mais curto...
Mocinha: Tudo na tesoura?
Eu: Pode ser.
Mocinha: Tá.

Ela iria começar a cortar quando eu faço uma pergunta irrelevante:

Eu: Eu não preciso vestir aquele avental?
Mocinha: Ah, o avental!
Eu: Se não suja muito, né?
Mocinha: Tinha esquecido.

------- " -------

Aula sobre drogas:

Ela: Didinha, por que não pode usar drogas?
Didinha: Porque senão fica dentuço.
Ela: Dentuço?
Didinha: É, o dente cresce...
Ela: Ahhhh tá.

------- " -------

Ela: Marcelo, você é contra, né?
Eu: Não sou contra nem a favor, muito pelo contrário.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Sai zica

Junho em Maringá é assim, começa com aquele calorzinho gostoso, 42ºC, depois começa um friozinho maroto, -1ºC, não contente com o friozinho vem a chuva.

Como é bom você ir trabalhar tomando chuva, ficar todo molhado e lembrar o dia todo que está frio pra c**ralho.

Os tênis molham, os pés congelam, a boca fica toda rachada.

Pior é que a mão fica completamente gelada, não dá nem pra tocar... violão.

É uma sensação que beira o fantástico!

Não saiu meu PIS, que raiva!

Ontem, quando acordei pra vir trabalhar começou a chover, tomei chuva. Parou durante a tarde. Estava me preparando para ir embora e disse "Vou aproveitar que não está chovendo e vou subir", começou a chover...

Chegando na Av. Kakogawa, uma quadra de casa, acaba a energia do bairro.

Cheguei em casa e precisava ir ca... deixa pra lá.

Quando a energia voltou meu computador tinha pifado.

Que dia lindo!

------- " -------

O Timão venceu de novo.

------- " -------

Fique sabendo que goleiro do 5PFC levou mais um pinto grande (porque o goleiro do 5PFC não leva frango).

Quanto pleonasmo. Bambi, pinto grande... bom, não vou explicar.

------- " -------

Inspirado por Armando Nogueira: "O Corinthians nunca venceu uma Copa Libertadores da América. Azar da Copa Libertadores da América!"

segunda-feira, 27 de junho de 2011

O Guarda Abilolado

Lirinha
Composição: Chico Pedrosa

Dotô, eu tenho razão
de ser meio abilolado
Venho de um tempo marcado
por seca e revolução
Quando eu tinha um ano e meio,
escapei de um tiroteio
De meu pai com bulandeira,
e pai ganhou não sei,
também nunca perguntei,
nem sequer por brincadeira
Vim conhecer a cidade,
quando votei pra prefeito,
que por sinal foi eleito
e pra minha felicidade
me deu em emprego de guarda,
me arrumou uma farda,
um capote, um coturno,
um cacete envernizado,
um apito enferrujado
e fui ser guarda noturno
Passava-se as noite inteira
apitando na cidade
Escola, igreja, cinema,
mercado, maternidade
Nas noites frias de inverno
eu usava um belo terno
Umas meias de croché,
bebia quatro cachaça,
dava três volta na praça
e corria pro cabaré
Lá, havia de tudo,
discussão, briga, lorota,
uns que contava aventura,
uns que pagava meiota
Quando um bêbo se zangava,
eu ia lá ajeitava
O bêbo ficava manso,
pagava uma bebia,
Dava um apito e saía,
na velha ginga do ganso
Até que um dia o prefeito
fez uma reunião
E nela perguntou aos guarda:
“Querem aumento ou promoção?”
Antes de fechar a boca,
eu gritei com a voz rouca:
“Quero promoção, seu Zé!”
Disse ele “Tá garantido,
tá aprovado, tá promovido,
pro maior posto que houver!”
Me entregou a farda nova,
fulorada que nem chita,
enfeitada com galão,
estrela, medalha, fita,
broche, botão, alfinete,
Trocou meu velho cacete
por um profissional,
disse “De hoje em diante,
você é o cumandante,
da guarda municipal!”
Uns seis meses depois,
veio a guerra mundial
Nesse tempo, uma irmã minha
tava morando em Natal
Resolvi visitá-la,
butei a farda na mala
Entreguei o cargo a Raimundo,
que era quase meu irmão
Peguei o trem na estação
e me entupigaitei pelo mundo
Ô lugar longe da gota
Quase que o trem não chegava mais
Tinha hora que eu pensava
que tava andando pra trás
Entre solavanco e berro-berro
O velho embuá de ferro
viajou a noite inteira
De manhã cedo chegou
deu um apito e parou
na estação da Ribeira
Desembarquei e fiquei,
perdido na multidão
Quando eu puxava conversa
ninguém me dava atenção
Quanto mais bom dia dava,
mais o povo se zangava,
Talvez me achando chato,
era um povo diferente
Da qualidade da gente
das cidadinhas do mato
Perguntei pra mais de mil,
se eles dava notíça
De Carmelita de Souza,
uma caboca mestiça,
filha do guarda Pompeu,
mais moreno do que eu,
do cabelo meio ruim,
que morou na Ari Parreira,
que fica perto da Feira
do bairro do Alecrim
Depois de tanta pergunta,
depois de ouvir tanto não,
Carmelita apareceu
no pátio da estação
Toda metida a finesse,
puxando os ‘r’ e ‘s’
Que nem mulé de dotô
nem parecia a matuta
que lavrou a terra bruta
do sertão do interior
Mesmo assim me arrecebeu
na sua casa mudesta
Os primeiros cinco dias
pra nós foram de festa
Quando o sexto dia veio,
resolvi dar um passeio
mandei arrumar a farda,
tomei banho tirei o grude
Me arrumei como pude
pra ter meu dia de guarda
Passei o resto da tarde
sentado num tamburete
Pregando estrela, galão,
broche, medalha, alfinete
Comprei mais uns acessório,
enfeitei meu suspensório
Feita de sola curtida,
de manhã cedo vesti,
tomei café e saí,
dando risada da vida
Na Praça Gentil Ferreira,
aonde tinha um mercado
Eu parei pra tomar fôlego,
quando passou um soldado
Fez continência pra mim
Aí eu pensei assim:
“Que diabo que ele viu neu?
Deve tá me confundindo,
me achando parecido
com algum amigo seu”
Mas haja passar soldado,
fazendo assim com a mão,
Daqui a pouco,
tenente, coronel, capitão,
cabo, sargento, major,
E todo estado maior
dos quartéis da redondeza
Me cumprimentavam ali
Até hoje eu nunca vi,
tamanha delicadeza
Disparou tanque de guerra
Avião deu vôo rasante,
sirene apitou mais alto,
Canhão disparou distante
E um guarda do coronel
tirou do bolso um papel
Aonde tinha um letreiro,
nele dizia:
“Em nossa terra
tem um espião de guerra
que chegou do estrangeiro.”
Não quer falar com ninguém,
não pergunta, nem responde.
Ninguém sabe donde vem,
ninguém sabe onde se esconde.
Sua farda é cor de ameixa.
A impressão que nos deixa
é que é um grande guerreiro.
Filho de outra nação,
perigoso espião
da guerra dos estrangeiro.
Vamos leva-lo ao quartel
pra uma averiguação,
Pra saber donde diabo
vem esse espião.
Em seguida me levaram
pro quartel e me entregaram
ao comandante geral,
que quando me viu fardado,
me perguntou meio assustado:
“Que está aí fazendo em Natal?
Donde diabo é essa farda?”
Faça um favor, me informe,
qual é a nação que usa esse uniforme,
desconhecido da gente?”
Quem lhe deu tanta patente,
a troco não sei de que?
E porque vossa excelência
não responde continência?
Afinal, quem é você?
Dotô, eu sou Zé Carrapeta,
Tou vindo do Cariri
Não sei fazer continência
pra gente que nunca vi
Afinal, não sou intruso
Pois acredite eu só uso
esse quepe de biriba,
Esse cacete e esse coturno
Porque eu sou guarda noturno
No sapé da Paraíba

sábado, 25 de junho de 2011

Mentiras vencedoras

Campeonato de mentiras:

1º Lugar:
Governo brasileiro:
- Em 1962 o Acre é elevado á categoria de Estado.

2º Lugar:

Marcelo Cardin:
- Nossa, que saudade de Tupi Paulista.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Letra errada

Não lembro muito bem de como foi a conversa, mas o contexto é assim:

Maringá Não Tem Homem Pra Mim: Sempre tem letra de música que a gente entende errado.
Maurício Mega Fone: Ééé, eu cantava errado "não sei qual música".
Maringá Não Tem Homem Pra Mim: Na letra de "também não lembro da música" eu cantava "lembro menos ainda a letra"...
Eu: Seu irmão entende errado também, até hoje ele canta "Gagotos não resistem aos seus mistéguios...", tenho quase certeza que é "Garotos não resistem aos seus mistérios...".

------- " -------

Atenção:

Não pode usar "gordo" como apelido carinhoso se a pessoa for gorda de verdade.

------- " -------

Bia: Você é um retardado.
Eu: Alguém tem que ser...
Bia: Por quê?
Eu: Por que eu sou retardado?
Bia: É!
Eu: Defeito de nascença, minha mãe não tomou chá de inteligência quando eu estava na barriga dela.
Bia: Que chá é esse?
Eu: Pelo jeito a sua também não tomou.
Bia: Tomou sim, tomou muito!

------- " -------


Conheci um cara que imitava um monte de gente com a mesma voz, era incrível.

Ele cantava várias músicas com uma voz estranha:

Eu: Preto, por que você tá cantando assim?
Preto: Porque eu gosto de imitar a voz dos cantores.
Eu: Ah tá.

Ele começava a imitar outro com a mesma voz da música anterior:

Eu: Você tá imitando de novo?
Preto: Tô.
Eu (tentando falar baixo só pro Japa): Japa, é impressão minha ou as bandas tem cantores diferentes e ele usa a mesma voz pra imitar os dois?
Japa: É, eu percebi isso também.
Preto: Legal, né?
Japa e Eu: Ô!

A Colombiana me acha chato

Tudo começou no segundo dia, geralmente a gente almoça na ONG:

Colombiana: Marcelo, vamos combinar uma coisa?
Eu: Talvez, o que é?
Colombiana: Cada dia um de nós lava a louça.
Eu: Não, obrigado.
Colombiana: Como assim?
Eu: Eu não quero combinar isso.
Colombiana: Mas...
Eu: ???
Colombiana: Você não quer ajudar?
Eu: Pelo contrário, eu trabalho aqui, você tá aqui por diversão, e quem faz o almoço sou eu, você pelo menos deveria lavar a louça.

Pronto, decretei guerra.

Ela pegou no meu pé três dias, tudo era "Marcelo, posso isso?", "Marcelo, posso aquilo", contava pra todo mundo que eu não quis combinar de lavar a louça, se eu estivesse conversando com qualquer pessoa ela chegava e fala "Pessoa, sabia que o Marcelo não quis combinar...", acho até que ela bateu palma na casa dos vizinhos pra contar aquilo.

Eu: Andina, por que você pede tudo pra mim? Eu juro que não sou o chefe aqui.
Colombiana: Não sei.
Eu: Vamos fazer assim, primeira coisa: para de falar meu nome, segunda: você não precisa pedir nada pra mim, eu deixo você fazer, terceira: se você acha certo, não precisa pedir pra ninguém.
Colombiana: Tá.

Segundos depois:

Colombiana: Marcelo, posso...?
Eu: Você pelo jeito não entendeu nada do que eu disse?
Colombiana: Você é muito chato.
Eu: Sim, você também é, não gosto de você e pior, tô começando a odiar meu nome.

Mesmo dia, no ônibus indo embora?

Eu: Por que você pega tanto no meu pé?
Colombiana: Porque você não quis combinar o negócio da louça.
Eu: Ah ta, então vamos fazer assim, eu faço minha comida, você faz a sua, beleza?
Colombiana: Eu não sei cozinhar.
Eu: E eu não sei lavar a louca, lava e fica na boa.
Colombiana: Não, nossa amizade acabou no segundo dia.
Eu: Amizade que nem começou, eu não sou seu amigo, eu nem te conheço, te vi quatro dias.
Colombiana: Então ta.

Imagina, cadê os créditos da Chelão do Buquê, os vários bolos que dei nela, sem contar as coisas que ela aguentou comigo. A Ana na Bolha do Amor, o tanto de bolo que dei nela já daria pra ela montar uma loja, combinar dormindo de ir tomar vacina e não acordar, a raiva que ela passou quando eu fiquei bêbado e fui falando merda no carro. A Moco, que fez todas as coisas que tinha que mandar pro EUA e eu só copiei (ela ficou 2 meses sem falar comigo), quando eu falei pra ela fechar os olhos que eu ia segurar na mão dela pra atravessar a Av. São Paulo, no meio do caminho gritei “Olha o carro!” e sai correndo puxando ela que só abriu os olhos do outro lado da avenida. Os amigos da faculdade que ficavam preocupados quando eu os deixava nas baladas e sumia (Depois de um tempo virou rotina e ninguém se preocupava mais, Um: Cadê o Dracena? Outro: Certeza que foi embora. Um: Ah é.). O Gagotos Não Resistem aos Seus Mistéguios, que, espero eu, tenha me perdoado de uma das maiores cagadas que já fiz. A Maringá Não Tem Homem Pra Mim, que agora é parceira. O Bucão, que eu devorava todo o amendoim que tinha em casa. O Ferlindão... Não, definitivamente ela não é minha amiga.

No outro dia ela contou pra todo mundo da ONG que eu também tinha dito isso.

------- “ -------

Colombiana: Marcelo, se eu der um pen drive você passa as músicas que você gosta pra mim?
Eu: Passo.
Colombiana: Eu vou passar as que eu gosto pra você.
Eu: Não precisa, não.
Colombiana: Por que não?
Eu: Porque eu não vou ouvir suas músicas.
Colombiana: Você é muito chato.
Eu: Eu sou legal, estou te poupando um trabalho inútil.
Colombiana: Como assim?
Eu: Não precisa me mostrar as músicas que você gosta.
Colombiana: Mas tem do Brasil também.
Eu: Pior ainda, você vai vir com algum axé, funk ou qualquer coisa do tipo.
Colombiana: Jota Quest?
Eu: Tô tranqüilo, melhor deixar. No me gusta!

------- “ -------

Conversávamos sobre como o mundo não anda muito bom:

Colombiana: Marcelo, você disse que eu falo muito, nos últimos 15 minutos só você falou.
Eu: Acontece que eu falo coisas relevantes, você não.
Colombiana: Eu não falo?
Eu: A pergunta não é “Eu não falo?” porque você fala demais, a pergunta é “Eu não falo coisas relevantes?”, resposta “Não!”, você só abre a boca pra 3 coisas, falar meu nome, comer e conversar abobrinha.
Colombiana: Você é muito chato.

------- “ -------

Colombiana: Marcelo, eu consigo passar por brasileira?
Eu: ??
Colombiana: Quando eu converso, as pessoas acham que eu sou brasileira?
Eu: Não.
Colombiana: Acham sim.
Eu: Deixa eu explicar uma coisa, quando a pergunta é retórica você não pode falar meu nome porque senão eu vou achar que você perguntou pra mim.
Colombiana: Tá. Marcelo, quando eu falo as pessoas acham que eu sou brasileira?
Eu: Não.
Colombiana: Acham sim.
Eu: Tem certeza que seu cérebro consegue reter informações?
Colombiana: Você é muito chato.

------- “ -------

Ela falava como o Brasil era um país ruim:

Eu: Então por que você quer mudar pra cá?
Colombiana: Porque mesmo sendo ruim ainda é melhor que a Colômbia.
Eu: Criticar é fácil, não vejo você fazendo muito pra melhorar.
Colombiana: Eu faço sim.
Eu: Tô vendo, até foge para um país melhor... E outra, se for mudar pra cá vai ter que amar mais o Brasil que a Colômbia.
Colombiana: Os dois países cabem no meu coração.
Eu: Ah é?
Colombiana: Sim, só você não cabe no meu coração.
Eu: Tá vendo, ser gordo tem suas vantagens...
Colombiana: Chato.

------- “ -------

Colombiana: Marcelo, como vocês chamam aquilo?
Eu: Aquele negócio voando?
Colombiana: É.
Eu: Disco voador.
Colombiana: Mentira.
Eu: Tá esperta, na verdade a gente chama de "vagão de trem com asas".
Colombiana: Não é.
Eu: Como chama então?
Colombiana: Avión.
Eu: Pfff. Até parece...
Colombiana: Eu sei quando você está mentindo.
Eu: Ninja!
Colombiana: Quando você falar a verdade eu não vou acreditar...
Eu: Pior pra você, saber quando estou mentindo implica que você quando estou dizendo a verdade, se não acredita é problema seu.
Colombiana: Como você é chato!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Quero assistir

Final de semana eu queria assistir a corrida e Mônica Ter Filhos é Uma Arte assistia Um Lugar Chamado Notting Hill:

Eu: Moco, você já assistiu esse filme?
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Só algumas partes.
Eu: Que partes você não viu?
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: O começo e o final.
Eu: Bom, esse é o começo, ele conhece ela e...
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Sim, a parte que eu não tinha assistido já passou.
Eu: Então põe na corrida.
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Não, eu não vi o final.
Eu: Eles ficam juntos, põe na corrida!
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Idiota!

Tiziu

Num evento da ONG domingo:

Eu: Oloco, olha o Pinóquio!
Crys: Meu namorado é italiano.
Eu: Ele fala português?
Crys: Mais ou menos.
Tiziu: Tiziu, prazer.
Eu: Gepeto, digo, Marcelo.
Crys: Idiota.
Eu: Então, andou contando muita mentira?
Tiziu: Oi?
Crys: Pára!
Eu (só pra Crys): Quando eu fui pros EUA a gente combinou de não cortar o cabelo, ele combinou de deixar o nariz crescer?
Eu: Tiziu, você parece familiar...
Tiziu: As pessoas da ONG disseram a mesma coisa.
Eu: Eu não consigo lembrar quem, você já foi de madeira?
Tiziu: Oi?
Eu: Nada, achei que se você respondesse "Sim" me ajudaria a lembrar.

-------- " -------

(Leia o "não = nón" e o "sim = si")

Colombiana: Quero ficar no Brasil.
Eu: Não pode.
Colombiana: Por quê?
Eu: Porque eu acho que você é foragida, o que você fez pra As Farc?
Colombiana: Nada.
Eu: Sei.
Colombiana: Em Colômbia demora seis meses pra encontrar emprego e aqui já tenho.
Eu: Por quê?
Colombiana: Porque o governo não fornece.
Eu: E ninguém faz protesto?
Colombiana: Não.
Eu: O Calderón é brabo?
Colombiana: Quem?
Eu: O presidente de lá é o Calderón, né?
Colombiana: Marcelo, precisa ler mais.
Eu: Por quê?
Colombiana: Porque não sabe nada.
Eu: Ué, quem é o presidente de lá?
Colombiana: Juan Manuel Santos!
Eu: Você tá zoando, né?
Colombiana: Não. Marcelo, precisa estudar mais...
Eu: Ah tá.
Colombiana: Amanhã levo um livro de Colômbia pra você.
Eu: Você acha mesmo que tá certa?
Colombiana: Sim!
Eu: Qual é o último nome do presidente da Colômbia?
Colombiana: Santos.
Eu: Não é Calderón?
Colombiana: ...
Eu: ???
Colombiana: Sim.
Eu: Precisa estudar mais...

------- " -------

Bababuça!

domingo, 12 de junho de 2011

Pode sentar aqui

Sexta arrumaram um almoço lá na ONG pra galera, a Sol, cozinheira, sentou numa cadeira fora da mesa:

Crys: Sol, pode sentar aqui na mesa dos patrões.
Sol: Ahh, desculpa aí.
Crys: Eu deixo.
Sol: Você não faz parte dos "patrões".
Eu: Crys, você só sentou na mesa por causa da cota...
Chef Supérieur: Hahahaha...
Su: Quanta maldade!

------- " -------

Feliz dia dos namorados.

No ônibus

Estava sentado e chegou um senhor, levantei e forneci o lugar:

Eu: Pode sentar aqui.
Vovô: Não, pode ficar.
Eu: Que isso, pode sentar.
Vovô: Senta aí rapaz.
Eu: Eu não vou sentar, se você também não sentar o lugar vai ficar vago.
Vovô: Então eu vou sentar antes que entre um velho.
Eu: Isso aí.

Segundos depois:

Vovô: Vai pra Santa Catarina também?
Eu: Opa, todo dia.
Vovô: Vai cansar as pernas.
Eu: Que nada, já já alguém vai sair.

E levantou, me abundei do lado de uma mocinha que dormia, de repente:

Bela Adormecida despertando assustada: Pra onde esse ônibus está indo?
Eu: Pra Santa Catarina.
Bela Adormecida: Não vai pro Mato Grosso do Sul?
Eu: Não.
Bela Adormecida: Por quê?
Eu: Ué, porque não é esse o trajeto que o 177 faz. Vou te explicar o que é um ônibus circular, ele tem uma rota definid...
Bela Adormecida: Não é o 512?
Eu: Estou quase certo que não...
Bela Adormecida: Mas que "X#(W*&Y$(#&Q!", ")*(#@$Y(@(*!", "(@*#(*Y%$14$$@**$#". (Minha mãe disse pra eu não escrever mais palavras de baixo calão)
Eu: Calma!
Bela Adormecida: E agora, o que eu faço?
Eu: Fácil, volta pro terminal e pega o 512...
Bela Adormecida: Que raiva.

------- " -------

Passolini: Cardin, você é muito...
Eu: O quê?
Passolini: Como é a palavra mesmo?
Eu: Maravilhoso, lindo, encantador. Pode usar qualquer uma dessas palavras...
Passolini: Exibido.
Eu: Não, essa não tem nada a ver.
Passolini: Bestão, convencido. Acho que uma dessas encaixa melhor.
Eu: Minha mãe disse pra eu não falar mais com você, bobona!
Passolini: Mas como é besta, tá doido...
Eu: Eu não, você!

------- " -------

Ela: Marcelo, você pode fazer um favor?
Eu: Não posso, minha mãe não deixa.
Ela: Ela falou que deixa.
Eu: Mas minha religião não permite...
Ela: Mas você nem sabe o que é.
Eu: Mas tá lá no salmo 28 "Jamais farás um favor pra Ela".
Ela: Babaca!

------- " -------

Lá na ONG falaram que eu sou teimoso, eu disse que não era e não teve uma pessoa que conseguiu me convencer do contrário.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Eita

Pra você que ainda entra nessa merda esperando atualização, tenha calma, meu vício no PS3 está acabando...

Até postei esse aviso!

Tem até bastante idiotice pra escrever, tá tudo anotado.

Tópicos como: "Bullying pra mim é desculpa", "O mundo só piora", "O Turista, dez minutos de filme", "Amor platônico, eu tenho o meu", "Maurício Mega Fone e seus grandes pensamentos", "O cara que imitava", "A Colombiana me acha chato" e coisas lá da ONG.

------- " -------

Acho que essa semana eu recebo meu salário do mês de abril... expectativa é grande.

------- " -------

Ouvi uns comentários dizendo que o time reserva do Vasco é melhor que o titular do Palmeiras. Diziam algo sobre 5x1, 6x0, não ouvi muito bem.

------- " -------

"Eu te amo", ela disse e sorriu tímida.
Ela perguntou "Você me ama?".

"Não", respondeu ele sorrindo.
E completou "Todos os que amo vão embora. Eu não suportaria te ver partir".

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Ela

Ela perguntou:

Ela: Quem é Dalai?
Crianças: Um monge...
Ela: E Lama?
Crianças: ????

------- " -------

Ela: Certidão de nascimento: Sua mãe escolhe seu nome e vai no cartório registrar.
Aluna: Ihhh, então nem dá mais.
Ela: Por quê?
Aluna: Porque eu já tenho nome.

------- " -------

Ela: Faz uma tatuagem...
Eu: Eu não...
Ela: Por quê?
Eu: Porque tatuagem é legal no começo, quando é nova, óbvio que depois irá perder a graça. Tatuagem é um adereço como outro qualquer.
Ela: Como assim?
Eu: Você usa as mesmas roupas todos os dias?
Ela: Não.
Eu: Comemos a mesma comida todo dia?
Ela: Não.
Eu: Por quê?
Ela: Porque cansa...
Eu: Então, eu, em duas semanas, já canso da minha barba, imagina uma tatuagem...
Ela: Ahhh, é diferente.
Eu: Tatuagem cansa como qualquer coisa na vida se repetida muitas vezes.
Ela: Mas é legal que pode marcar um momento especial na vida...
Eu: Mas existe um fator chamado "Tempo", e com o tempo as coisas importantes perdem a importância. O momento que foi especial perde o viço junto com as cores da tatuagem.
Ela: Faz num lugar que não vai te cansar...
Eu: Viu, já assumiu que tatuagem é cansativa. Sem contar que poucas são as tatuagens bonitas, o que não é o caso da sua. Talvez menos que 0.1% de todas as tatuagens já tatuadas.
Ela: O QUE VOCÊ DISSE DA MINHA TATUAGEM?
Eu: Que é feia.
Ela: Feio é você.
Eu: Ficar brava não vai deixar sua tatuagem bonita.
Ela: Tááá, então não faz!
Eu: Vou deixar o bigode...
Ela: Daí vai ficar bonito.
Eu: Eu sei!

------- " -------

Ela: Colombiana, a Colômbia fica perto do Brasil?
Colombiana: Meu vôo durou 9 horas.
Eu: Claro que fica perto, faz divisa!
Ela (mostrando no globo terrestre): Claro que não, fica super longe, olha aqui!
Eu: Você tá me zoando, né?
Ela: Marcelo, olha aqui.
Eu (arrumando o globo): Ela, esse globo tá errado, o Brasil está embaixo da Índia. Olha aqui quando você junta as Américas...
Ela: Uia.
Eu: Faz ou não faz divisa?
Ela: Éééé...
Eu: Você devia mandar muito bem em geografia na escola, hein.
Ela: Dá aqui esse globo.

------- " -------

Então Charlie Brown... o que é amor pra você?
- Em 1987 meu pai tinha um carro azul.
- Mas o que isso tem a ver com amor?
- Bom, acontece que todos os dias ele dava carona pra uma moça. Ele saía do carro, abria a porta pra ela, quando ela entrava ele fechava a porta, dava a volta pelo carro e quando ele ia abrir a porta pra entrar, ela apertava a tranca. Ela ficava fazendo caretas e os dois morriam de rir... acho que isso é amor.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Mini Mônica I

Na TV passava alguma reportagem sobre a Revolução Industrial, ou como fazer uma bomba caseira, ou algo sobre outras galáxias, ou biologia celular. Talvez sobre os quatro ao mesmo tempo.

Mônica Ter Filhos é Uma Arte assistia sem piscar os olhos, eu estava tão interessado no que passava quanto um vegetariano se interessa por rodízio de carnes.

Ana Pôla tentava desenhar um "jacalé" enquanto eu tentava atrapalhar:

Mini Mônica I: Não não tio Marcelo.
Eu: Deixa eu atrapalhar você...
Mini Mônica I: Não não!

Quando ela terminou foi mostrar pra Mônica Ter Filhos é Uma Arte:

Mini Mônica I: Olha mamãe.
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: ...
Mini Mônica I: Mamãe, olha meu "jacalé".
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: ...
Mini Mônica I (dando um teco na mãe): Mãe, acorda pra vida!
Mônica Ter Filhos é Uma Arte (saiu do transe): Como?
Mini Mônica I: Acorda pra vida!
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Marcelo?
Eu: Ahhh, não fui eu que ensinei isso pra ela.
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Sei...
Eu: Eu tentei ensinar ela falar "vai cagar" mas você não deixou.
Mini Mônica I: Vai cagar!
Eu: Aí, aprendeu!
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Marcelo, agora faz ela esquecer.
Eu: Oi?
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Te dou 10 segundos.

------- " -------

Para quem reclamou que eu tinha colocado o link só de um dos filmes aí da lista:

- Vai dar meia hora de c**!

Coloco o resto quando eu quiser, se quer assistir os outros procura no google.

Mas como eu sou legal coloquei mais um.

------- " -------

Olha, gordo só faz gordice, mas preto...

Bom, deixa pra lá.

Técnica

Depois de passar 7 anos com os monges tibetanos que, por causa da crise, fazem uns bicos como garçons no Nepal aprendi a sábia técnica de "rejuvenescimento em menos de uma hora", consiste no seguinte:

- Deixe a barba crescer por cerca de 4 semanas.
- Deixe o cabelo crescer por 4 semanas.
- Corte os dois em menos de 1 hora!

Não falha, rejuvenesce 3 anos fácil.

------- " -------

Eu: Chef Supérieur, quer leite?
Chef Supérieur: Não posso, sou intolerante à lactose.
Eu: Ah vá, nadinha?
Chef Supérieur: Não.
Eu: Pudim de leite condensado?
Chef Supérieur: Isso, começa!
Eu: Ainda bem que eu não sou.
Chef Supérieur: Por isso que você é gordinho.
Eu: Não é por isso, é que eu sou intolerante à dieta.
Chef Supérieur: Ah tá.
Eu: E tomate também.

------- " -------

Dica:

Mulheres, tirem o bigode.

Juro que não é tão sexy quanto vocês pensam.

------- " -------

Até tentei mas A Banda Mais Bonita da Cidade não é tão legal quanto falam.

Tenho dúvidas se a banda chega a ser legal, sorte que é bonita.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Tomei vergonha

Pronto, escrevi nesse porcaria de novo.

Aproveitando o embalo fui cortar o cabelo.

------- " -------

E ela disse:

"(...) Esta é minha parte preferida do dia. O nascer do sol, quando o mundo está cheio de promessas(...)".

------- " -------

Compaixão:

Todas as toneladas de ferro dos tanques russos não eram nada comparadas a esse peso. Não existe nada mais pesado que a compaixão. Mesmo nossa própria dor não é tão pesada quanto a dor co-sentida com outro, por outro, no lugar de outro, multiplicada pela imaginação, prolongada por centenas de ecos.

A insustentável leveza do ser

------- " -------

Acaso:

Só o acaso pode nos parecer uma mensagem. Aquilo que acontece por necessidade, aquilo que é esperado e se repete cotidianamente é coisa muda apenas, somente o acaso tem voz.

A insustentável leveza do ser

Colombiana

Lá na ONG tem uma colombiana fazendo intercâmbio.

Chef Supérieur e eu conversávamos:

Eu: Tenho que levar os documentos pra Ilanc.
Chef Supérieur: Sim, sai meia hora antes e passa lá.

A colombiana diz:

Colombiana: O nome dela é "Ilanc"?
Eu: Sim.
Chef Supérieur: É que ela é descendente de...
Eu: Colombianos!
Chef Supérieur: Hahahahaha.
Colombiana: Nããããoooo...
Eu: Por que não?
Colombiana: Porque lá não tem esse nome feio.

------- " -------

Desci do ônibus e estava indo cortar o cabelo no SENAC quando encontro o Maurício Mega Fone no terminal:

Maurício Mega Fone: O que você tá fazendo aqui?
Eu: Tô escolhendo um ônibus, vou passear pela cidade!
Maurício Mega Fone: Ah vá.

------- " -------

Comentavam que eu era parecido com alguém, não lembro quem:

Chef Supérieur: O Marcelo é igualzinho Fulano.
Eu: Sim, nós somos extremamente semelhantes, apesar de eu ser muito mais bonito.

------- " -------

Mahnahmahnah!

------- " -------

A Karenin morreu!

terça-feira, 17 de maio de 2011

Sacanagem

Precisava de uma só, mas o carinha lá da foto disse que o mínimo de fotos eram sete!

Eu tirei sete fotos 3x4 e usei uma pra entregar pra minha chefe, preciso de outra e não sei onde eu coloquei a capinha com as fotos.

Pô, se alguém pegou a capinha com minhas fotos 3x4 devolve!

------- " -------

Esse é "bão":

O presidente do Peru declarou que a morte de Bin Laden foi o primeiro milagre de João Paulo II após a sua beatificação.

Quanta ignorância!

Cada um tem o Tiririca que merece.

------- " -------

Vou escrever um livro, vai chamar "O que fazer com suas perguntas idiotas", o resumo será de fácil entendimento: "Enfia no c**!".

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Como é?

Crys: Marcelo, você pode gravar umas músicas pra tocar amanhã na homenagem do dia das mães?
Eu: Quais.
Crys: Eu passo a lista depois...
Eu: Ok.
Crys: Essa "You are my su-xi-ni" tem que baixar.
Eu: Sushi de quê?
Crys: Essa aqui.
Eu: Sunshine?
Crys: Essa mesma!

-"-

No cursinho a questão era:

Separa silabicamente a palavra MEDALHA:

Moça inteligente logo diz: Fácil, ME-DAL-HA!
Eu: Isso! E ninho é NIN-HO.

Menos uma concorrendo.

-"-

Brudelícia contava um dia que estava andando sozinha e 3 maloqueiros começaram a chegar perto dela, pensou:

Brudelícia: Na hora nem tive reação, disse "se não morrer agora, viverei o resto da minha vida...".
Eu: Ah vá.
Brudelícia: O quê?
Eu: Sabe uma coisa estranha?
Brudelícia: Ahn?
Eu: Eu também vou viver o resto da minha vida.
Brudelícia: Ahn?
Eu: Nada não.

-"-

Já estava na questão 11 quando:

Pimpão: Professora, a resposta dessa é a 08!
Eu: Pimpão, tem a 02 também.
Pimpão: Mas não é a 08?
Eu: Também, a prova é de somatória.
Pimpão: Poutz, você só avisa agora?
Eu: Estamos na questão 11!

------- " -------

Estava a mulher em seu lugar
Veio a morte lhe fazer mal
A morte na mulher,
a mulher no homem,
o homem no boi,
o boi na água,
a água no fogo,
o fogo no pau,
o pau no cachorro,
o cachorro no gato,
o gato no rato,
o rato na aranha,
a aranha na mosca,
a mosca na velha e
a velha a fiar

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Morreu

Uma fonte muito confiável me disse que era pro Osama Bin Laden ter morrido na semana passada mas ele disse que não podia pois precisava ir ao casamento real, sábado ele perdeu o avião e só ontem chegou no Paquistão.

Já vai tarde.

Outra fonte disse que isso é mais uma prova do imenso respeito que os EUA tem por tudo.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Casamento real

Ainda bem que essa porcaria de "casamento real" vai acontecer amanhã. Não aguento mais ver notícia disso, todos os sites, telejornais, piadas, tudo gira em torno do casamento. Que saco!

Parece que casamento é uma coisa que ninguém ouviu falar, imagina um casamento real então, nem dá pra imaginar... CASAMENTO!
Como se o mundo fosse alheio a essa coisa divina.

Eu nunca vi ninguém casado, e se encontrar alguém saio correndo pra bem longe.

Às vezes fico me perguntando "Nossa, o que será que é casamento? É de comer? Deve ser uma coisa lá 'das Europa'... 'esse povo dos estrangeiro é tudo doido!'".

Falta pouco para a vidinha de todos nós voltar ao normal, porque isso mexeu com minha vida, mudou totalmente.

Está tão cansativo que parece que não há nada mais importante acontecendo no mundo. Tipo, como se nem existisse mais o futebol...

Não, pra melhorar, vai passar online.

Imaginem, vai até passar na restrospectiva 2011!

Casamento quando estamos na igreja já dá sono, imagina deitadão no sofá... Porque amanhã se tem uma coisa que vou fazer é assistir esse negócio. Quem, quando ficou sabendo que o casamento iria passar ao vivo, não pensou "É nesse dia que fico em casa, vou matar meu serviço, perder o casamento desses dois? Jamais!"? Digo mais, acho que deveria ser feriado mundial!

As mulheres vão fazer fofoca "até dizer chega" a respeito desse casamento. Será um tal de "Ah, você viu o vestido dela?", "Ah, ela é tão elegante" e "Ah, ele é tão lindo". Blá blá blá pra mais de mês. Sem contar no "Também quero meu príncipe encantado" e "Eu acredito em 'felizes para sempre'".

Aposto 10ão que vai ter tapada que, além de assistir o casamento (porque não tem nada melhor pra fazer), ainda vai chorar!

Vocês podem falar "Mas Marcelo, é o príncipe que vai casar, ela vai virar uma princesa...".

Eu pergunto:

- Alguém sabe me explicar pra que servem as Monarquias no século XXI? Alguém sabe? Até onde eu sei serve pra nada, minto, serve pra torrar o dinheiro público. Porque, governar que é bom, quem faz são os primeiros-ministros.

Monarquia sempre foi e sempre será um bando de sanguessuga, ainda mais agora que as funções políticas dessa elite praticamente não existem. O negócio era ter acabado com esse povinho de "sangue azul" no século XV, quando ainda havia quem acreditasse que fossem representantes da vontade superior na terra e que sua autoridade era concedida por Deus.

Quem acha que dinheiro, beleza e status resolvem todos os problemas realmente não sabe nada sobre a natureza humana.

Meus pêsames!

------- " -------

Não sei nem de onde saiu isso, mas esse site sugere ler meu blog enquanto esperam:

http://pingywebedition.somee.com/

Pingy Web Application - Ping Tool

Some Blogs you might want to visit while waiting:

http://ocotidianoemais.blogspot.com
http://www.blogwriteraward.com
http://antiquegreece.blogspot.com
http://goddessesandgod.blogspot.com

Quando eu for Rei do Universo vou fazer uma lei assim "Sempre que a pessoa for esperar algum serviço, no banco, de consulta médica, etc, será necessário a entrega de um laptop com a mesma sugestão". Acho importante esse tipo essas coisas, coisas simples que melhorariam a vida de todos.

A lei terá o seguinte PS: Aí de quem escolher outro blog que não o meu.

------- " -------

O primeiro suicídio a gente nunca lembra!

Marcelo e as crianças

A professora precisava fazer alguma coisa e disse pra eu cuidar da turma do barulho:

Professora: Marcelo, dá uma olhadinha pra nenhuma criança escalar as prateleiras, cavar um poço, queimar as mesas, essas coisas de criança...

Eu olho assustado:

Eu (com medo na voz): Tá...

Chegando na sala estava tudo tranquilo, ouvia alguns gritos por causa de umas 3 ou 4 briguinhas, coisa boba...

Eu: Aeee, todo mundo sentado!
Turma: AOIHN BAYGIG AGBEGFGAA.
Eu: Galera... SILÊNCIO!
Turma: ....

Vejo marcas de tinta na parede:

Eu: Quem pintou a parede?
Turma: ....
Eu: Um de cada vez...
Turma: ....
Eu: Se não falarem pra mim eu vou chamar a Statis...
Turma: HLNAOIE BVAISHVIUY NOAISNIUBEIAVJHFJ!!!!
Eu: Um de cada vez, agora é sério, senão vocês vão ficar sem lanche!

A maioria sentou e fez silêncio, duas reclamavam:

Uma: Que jeito você quer ser professor?
Duas: É, que jeito?
Eu: Quem disse que eu quero ser professor?
Uma: Você não vai dar aula pra gente?
Duas: É, não vai dar aula?
Eu: Não, só estou aqui pra tomar conta de vocês...
Uma: Como você acha que vai tomar conta da gente?
Duas: Como voc...
Eu: Duas, eu já entendi a pergunta, senta e faz silêncio.

A Duas sentou.

Eu (respondendo a Uma): Vou ficar aqui olhando vocês, talvez faça alguma atividade enquanto a professora não vem.
Uma: Você não sabe fazer nada, que tipo de atividade vai fazer com a gente?
Eu: Ainda não sei (falei "ainda não sei" pensando em dizer "talvez matar uns 7 ou 8 de vocês").
Uma: Mas como se você quer fazer alguma coisa não consegue nem controlar uma turma como a gente?
Eu: Não sou eu que não consigo controlar a turma, é você que não tem educação, não sabe se comportar, todos os outros estão sentados e em silêncio.

Ela murchou, sentou e fez silêncio.

A professora chegou:

Professora: Eles deram muito trabalho?

Olhei pra Uma e ela fazia a cara de "Não diz nada, por favor":

Eu: Não, foi tranquilo...
Professora: Obrigado.

------- " -------

No cursinho:

Professor: Onde tem que ser publicado o processo para realmente valer?
Classe: ....
Professor: Tá, vou dar as alternativas: a) Num blog; b) No twitter; c) Diário Oficial?

------- " -------

Se tivesse acreditado nas minhas brincadeiras de dizer a verdade, teria ouvido verdades que eu teimava em dizer brincando.

------- " -------

"De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou."

William Shakespeare

terça-feira, 26 de abril de 2011

No fundo

Eu queria ser como vocês, ter tempo pra ler um blog.

Não basta eu ter só até dia 30/04 para entregar a prestação de contas dos 3 primeiros meses desse ano, que por sinal está mais bagunçada que meu quarto, resolveram falar que a prestação de contas do último trimestre do ano passado tem 7 milhões 803 mil e 749 erros, que eu, Marcelo Cardin, terei que corrigir. Pra quando? Dia 30/04!

Eu já achava que não ia conseguir terminar a desse primeiro trimestre porque, toda vez que acho que terminei, a prefeitura arruma um erro novo ou pede um documento diferente. Agora tem mais essa? Nice!

------- " -------

Eu acho que quando eu tinha 15 anos meu corpo antecipou umas espinhas por causa do tanto de chocolate que eu ia comer nessa Páscoa. Lá em 1999 ele pressentiu isso.

Ovo de Páscoa é que nem mulher em Maringá, falam que tem monte mas eu comer que é bom...

Ganhar 1 bombom da minha mãe e ainda tive que repartir com minha sobrinha.

------- " -------

Cris: E aí?
Eu: Oi.
Cris: Como tá a vida?
Eu: Corrida.
Cris: Que bom.
Eu: É...
Cris: Por que está tão corrida?
Eu: Ah, trabalho de dia,a p**rra do cursinho de noite, tenho um monte de coisas pra ler mas nem dá tempo.
Cris: As coisas pra ler são livros?
Eu: Não, a mão das pessoas, tô fazendo um curso de cigano...
Cris: Eu até estava ficando com dó de você, mas já passou...

------- " -------

Estamos fadados ao acaso.

------- " -------

Sábado, de novo, tem Sapato Baixo no MPB, a mãe só deixou eu ir depois de prometer que iria me comportar.

domingo, 17 de abril de 2011

Romantismo

Domingo, dia de curtir o amor.

Imagine a cena:

Você acordar no domingo quente com ela falando "meu amor" e logo em seguida uma música romântica começa a tocar.

Ah, que sonho!

Vou até a janela quase me sufocando com tanto amor, encho meus pulmões de ar e falo:

- C**aralho de vizinhos, desliga essa p**rra de Daniel e cala a boca que eu quero dormir. Amor de c** é r**la!

------- " -------

Ontem na sala:

Lizzie: Essa bateria é uma b**ceta pra encher...
Maurício Mega Fone: Deixa que eu encho!

Ontem no bar:

Lizzie: Eu tenho um aiffair.
Eu: Um o quê?
Lizzie: Aiffair, um rolinho...
Eu: E é bom?
Lizzie: Aiffair é sempre bom.
Eu: É, deve ser...

Mais uma dela:

Lizzie: Meu sonho é pular de bambi jumping.
Eu: De onde?
Lizzie: Bambi jumping, você não entende nada, né?
Eu: É que eu sou meio burro...

------- " -------

Famosa semana: Segunda, terça e sexta!

------- " -------

O papo era sobre a limpeza da casa:

Eu: Você concorda que tem que repartir as tarefas da casa?
Thata: Concordo!
Eu: Então, se eu cozinho eu não lavo, se eu lavo eu não cozinho, certo?
Thata: Certo, mas eu não sei cozinhar!
Eu: Ótimo, eu cozinho...
Thata: Isso aí.
Eu: Mas se eu cozinho eu como, certo?
Thata: Errado! Vai com graça...
Eu: Ué!
Thata: Eu só sei que tenho que lavar a louça...

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Aulas

Eles faziam aula de Street Dance:

Fala Lék: E aí lék?
Eu: Tranquilo?
Fala Lék: Tranquilo.
Eu: Você não vai ensaiar?
Fala Lék: É que tá na vez das meninas...

Olho pro pessoal ensaiando, as duas meninas que estavam ensaiando sorriram, os cinco meninos fizeram gestos deselegantes com as mãos.

Eu: Eu acho que eles não gostaram do que você disse.
Fala Lék: Essas meninas ficam brava por qualquer coisa.

Alguns gestos foram intensificados.

Eu: Acho que sei o motivo, você está sentado aqui pra ficar paquerando as meninas dançando.
Fala Lék: Colé lék?
Eu: Não é por isso?
Fala Lék: Tá maluco?
Eu: Vai lá logo.
Fala Lék: Lék! Cuidado...
Eu: Você que tem que tomar cuidado, fiquei sabendo que você ficou com mais de duas meninas da aula de dança.
Fala Lék: Vai nessa...

------- " -------

Eu, eu mesma e Irênio: Mari, hoje você vai ter que escrever uma histórinha.
Mari: Tá bom.

Minutos depois:

Mari: Acabei.
Eu, eu mesma e Irênio: Deixa eu ler.
Mari: Toma.
Eu, eu mesma e Irênio: "Era uma vez um pássaro, ele estava voando e morreu".
Mari: Viu?
Eu, eu mesma e Irênio: Cadê o resto da história?
Mari: Ele morreu, acabou!
Eu: Eu gosto de histórias assim... curtas e precisas! Não tem nem o que questionar.
Mari: Viu tia? Ele gostou!
Eu, eu mesma e Irênio: Sei! Escreve outra pra tia...
Mari: Ahhh.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Anorexia

Finalmente uma dieta que fez efeito.

Emagreci 80g em 1 semana, pelas minhas contas, vou ficar magro em 2137!

Um pulo!

------- " -------

Vizinhos:

Ouço algo como: Aí, assim... não, calma! Assim não... aí, assim, assim...

Ou estão transando ou o marido tá arrumando a antena da TV.

------- " -------

Continuam zoando por causa do post sobre o namoro:

Dani: Se a gente namorar você nunca vai me dar um "bolo"?
Eu: Nunca!
Dani: Você sabe que você sempre dá muitos "bolos"...
Eu: Eu sei...
Dani: E se você me der o "bolo", como vou fazer pra saber onde você está?
Eu: Você chama o Jack Bauer...
Dani: Você não vai me trair?
Eu: Jamais!
Dani: Sabe qual o problema?
Eu: Qual?
Dani: Eu não acredito em você...
Eu: Bom, isso é problema seu.
Dani: Quanta sutileza com as palavras...
Eu: Sou a definição de amor, compaixão e empatia!
Dani: Ô se é!

domingo, 10 de abril de 2011

Ficou pra outro post

Era pra eu escrever sobre o bullying infantil, mas tô doente e meus 2 neurônios estão em greve.

Então fiquem contente com isso:

Coisas boas acontecem e quando começam todas elas vêm de uma vez só.

Quinta meu pé direito começou a doer, mal conseguia andar na sexta, não sei o que é, ainda dói um pouco, na sexta mesmo Brudelícia disse que um terçol iria crescer no meu olho direito, ainda não tomou vida, mas quem sabe nos próximos dias. Peguei gripe no ontem, me senti um pouco cansado, hoje veio a dor de garganta, é tanta felicidade que chego a me perder em tantos sorrisos.

Ontem no cursinho (sim, no sábado), enquanto estávamos fazendo alguns exercícios, Brudelícia não parava de conversar, o professor já havia chamado a atenção dela e tornou a chamar:

Brudelícia (comigo): Eu estou atrapalhando a aula?
Professor: Nãããoooo...
Brudelícia: Sério?
Eu: Não está ajudando...
Brudelícia: Vou prestar atenção.

E continuou conversando, mas teve uma super ideia:

Brudelícia: Ele está em qual questão?
Eu: Na 11.
Brudelícia: Faz a 12 e me passa o resultado, quando ele perguntar eu falo.
Eu: Que brilhante!
Brudelícia: O quê?
Eu: Isso é prestar atenção?
Brudelícia: Ahhhh...
Eu: Tá, eu faço...(segundos depois)... é a "D"!
Brudelícia: Tem certeza?
Eu: Você quer fazer pra ter certeza?
Brudelícia: Tá, obrigada!

Terminada a questão 11:

Professor: Vocês tem 2 minutos pra fazer a questão 12.
Brudelícia: É a "D"!
Professor: Já fez?
Brudelícia: Sim!
Professor: Parabéns!
Eu: Agora pergunta pra ela "Por que é a 'D'?"...
Brudelícia (com todo amor que só ela tem): Filho da p**ta!
Professor: Hahahaha... Entendi!
Brudelícia: Seu pé ainda está doendo?
Eu: Não!
Brudelícia: Então vamos fazer uma caminhada!
Eu: Você tem muita maldade no seu coração, sabia?
Brudelícia: Que nada, é que comparada a você eu pareço ter, você é um anjo.

------- " -------

Mônica Ter Filhos é Uma Arte: A mãe disse que vai vender o rancho.
Eu: Eu sei.
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: E aí?
Eu: Ué, eu dei de presente pra ela, vou fazer o quê?
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Sei lá...
Eu: E outra, ela disse que vai me dar 10...
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Mil?
Eu: Não, 10 cabras e 4 pães.
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Idiota.
Eu: Love is in the air!
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Por quanto ela vai vender?
Eu: Acho que por uns 20....
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Mil?
Eu: Não, 20 cabras e 10 pães...
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Que raiva!

------- " -------

Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Marcelo, você vai sair?
Eu: Não!
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Vai fazer alguma coisa agora de noite?
Eu: Assistir BBB.
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Ah tá, cuida da Mini Mônica I, a Mini Mônica II está dormindo, vou no cinema.
Eu: Você é surda?
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: O BBB já acabou.
Eu: Poutz.
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Vai cuidar?
Eu: Não posso, hoje é domingo...
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: E o quê tem?
Eu: É o dia do Senhor, não posso exercer nenhum tipo de trabalho...
Mônica Ter Filhos é Uma Arte: Volto às 22 horas.

------- " -------

Duas coisas eu aprecio nos meus amigos, força de vontade e paciência.
Precisa de muito dos dois pra me aturar.

------- " -------

Alguém quer comprar um PS2?

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Questão de gosto

No intervalo do cursinho descemos até a padaria pra comer alguma coisa, eu como sempre pergunta:

Eu: Moça, do que é esse salgado?
Moça: Presunto e queijo.
Eu: TEM TOMATE?
Moça: Tem!
Eu: O que não tem?
Moça: O de frango.
Eu: Quero um.

Enquanto fazia o pedido, Pipão:

Pipão: Por que você não gosta de tomate?
Eu: Porque é ruim.
Pipão: Não é ruim, você que é fresco!
Eu: Eu não gosto.
Pipão: Fresco!
Eu: Afff.
Pipão: Por quê?
Eu: Porque não!
Pipão: "Porque não" não é resposta, me explica.
Eu: Vou explicar: Era uma vez um cara que não gostava de tomate, mas ele não gostava mesmo, um dia um amigo dele ficou torrando a paciência dele e aí ele passou a não gostar do cara que até então era amigo.
Pipão: Você quer dizer que eu sou o "amigo"?
Eu: Eu quero dizer que não gosto de tomate, e tô começando a não gostar de você.
Pipão: Justo, quer a cereja?
Eu: Por quê?
Pipão: Porque eu não gosto.
Eu: Que bixa!
Pipão: Fresco!
Eu: Bixa!

-"-

Depois de Brudelícia cantar várias músicas de diferentes estilos:

Cara que não sei o nome: Eita, você não sabe que estilo cantar?
Brudelícia: Não é isso, é que eu gosto de todos os estilos.
Cara que não sei o nome: Todos?
Brudelícia: Sim, sou uma pessoa eclética.
Eu: Ou seja, não tem gosto.
Brudelícia: Vai falar que você tem bom gosto...
Eu: "Bom gosto" não existe, eu tenho gosto, gosto de MPB, Rock...
Brudelícia: Como assim "bom gosto" não existe?
Eu: Vou dar um exemplo: Funciona assim, se você gosta de rock você tende a achar que as pessoas que gostam de rock tem bom gosto, as que gostam de axé tem "mal gosto". As pessoas que gostam de axé pensam que quem tem bom gosto são aquelas pessoas que gostam de carnaval, axé, Bahia, etc, se a pessoa gosta de funk, pentada violenta e tal, não tem bom gosto. Isso me leva a crer que "bom gosto" não existe, existe apenas o "gosto". Esse negócio de falar que a pessoa tem bom gosto é pra fazer moral, puxar o saco, blá blá blá...
Brudelícia: Então você não acredita em "bom gosto"?
Eu (colocando a mão no rosto): Acredito, se tem algo nesse mundo que eu acredito é no "bom gosto"!

-"-

Era uma vez:

Italiano: What is that?
Pessoa Qualquer: What?
Italiano: That!
Pessoa Qualquer: Hammer limousine?
Italiano: Limousine?
Pessoa Qualquer: Yeah.
Italiano: It can't be, a limousine should be elegant...
Pessoa Qualquer: ?!?!
Italiano: It looks like a bus.
Pessoa Qualquer: ?!?!
Italiano: I don't like it.

------- " -------

Aos meus cuidados:

Prof(a): Marcelo, cuida dele.
Eu: Tá.

Começo a conversar:

Eu: Como você chama?
Ele: Michael Jackson.
Eu: Como?
Ele: Michael Jackson.
Eu: Legal.
Ele: É.
Eu: Você gosta do seu nome?
Ele: Acho massa!

Enquanto a gente conversava passou uma menina que o Michael Jackson gostava:

Michael Jackson: Oi Fulana.
Menina: Oi Michael Jackson!

Michael Jackson: Cara, essa menina vai ganhar o Prêmio Nobel!
Eu: Vai? Nobel do que?
Michael Jackson: De Belezura.
Eu: Nobel de Belezura?
Michael Jackson: É!